Métodos Visuais &  Culturas das Imagens

 

26 a 28 de Agosto 2015 -

Das 9 as 19 h

Auditório da Fundação Darcy Ribeiro - Beijódromo

Universidade de Brasília - UnB

Brasília, Distrito Federal, Brasil

 

Seminário do Grupo de Pesquisas:

TRANSVIAÇÕES- Educação e Visualidade (CNPq)

Departamento de Artes Visuais - VIS

Instituto de Artes - IdA

 

 

 

 

PROGRAMAÇÃO - DIA 3

 

Dia 28.08- Sexta-Feira

 

 

 

MANHÃ

 

 

 

              AUDITÓRIO

 

Dia 28.08 – Sexta-feira

09hs – 13h00

 

CONFERENCISTAS

 

Rita Irwin -  University of British Columbia - Canada

 

Turning to A/r/tography

Virada para a A/r/tografia

 

 

 

Anita Sinner – Concordia University - Canada

 

Cultivating  Researchful  Dispositions: A Review of A/r/tographic Scholarship

Cultivando Disposições investigativas : Uma revisão dos Estudos Artográficos

 

 

 

Mediador: Belidson Dias (Grupo TransViações – UnB)

 

OBS:Tradução simultânea do Inglês somente para os Inscritos no evento - Chegar as 8:30 para distribuição de fones/Trazer comprovante de inscrição no evento.

 

 

 

TARDE

 

 

 

14h30- 16hs

 

Mediadora – Denise Camargo - UnB

 

PANELISTAS

Irene Tourinho - UFG

Luisa Gunther - UnB

 

 

 

 

PAINEL 3:   DISCURSOS VISUAIS E APORIAS: SENSORIALIDADE E SINESTESIAS

 

 

“A menina apareceu grávida de um gavião.

Veio falou para a mãe: O gavião me desmoçou.

A mãe disse: Você vai parir uma árvore para a gente comer goiaba nela.

E comeram goiaba.

Naquele tempo de dantes não havia limites para ser.

Se a gente falasse a partir de um córrego a gente pegava murmúrios.

Não havia comportamento de estar.

Urubus conversavam auroras.

Pessoas viraram árvore.

pedras viraram rouxinóis.

Depois veio a ordem das coisas e as pedras

têm que rolar seu destino de pedra para o resto dos tempos.

Só as palavras não foram castigadas com a ordem natural das coisas.

As palavras continuam com seus deslimites.”

 

Trecho de "Retrato do artista quando coisa" 1998 – Manoel de Barros

BARROS, MANOEL DE. Poesia completa por Manoel de Barros. Editora LEYA BRASIL. 2 Ed. p.355-373. 2013

 

 

Palavras são imagens, coisas feitas com linhas, cruzes, círculos, pingos! Enquanto isto, o olho também lê e escolhe ver o limite entre as coisas visíveis e impossíveis. Ao se perceber palavras ou imagens como (des)continuidades de sentido seria possível identificar convergências entre visualidades?

 

 

 

 

16:30 - 19hs                COMUNICAÇÕES ORAIS

 

 

 

 

 

 

 

SALA ANISIO TEIXEIRA

 

 

Coordenador de mesa: Prof. Dr. Aldo Victorio Filho

Monitor: Gregório Rodrigues

 

GT. 1 MÉTODOS VISUAIS

 

16h30 – 18h10

 

1. Marcus Mota /UnB

Audiocenas: Discussão de uma metodologia de análise da textualidade audiovisual na Ilíada de Homero

 

2. Cris Herres Terraza /IFB Campus SAMAMBAIA

O tempo como elemento de composição e formação de visualidade

 

3. Joao Balbino Silva/UnB

Ossos expostos ou sorriso i/mundo: reflexão teórica a partir de escritos e da voz de Belidson Dias

 

4. Marcelo Henrique da Costa/UFG

Audiovisual e Educação: Perspectivas de Produção Colaborativa

 

5. Pamela Souza da Silva, Mariane  Travassos & Rodrigo Nascimento/UERJ

Trans-Visualidades: O jogo dos trânsitos identitários nos cotidianos

 

6. Gabriel Lyra Chaves/ UnB

As Narrativas na cultura Digital: Produção de sentido, educação e transmissão cultural.

 

Debate- 18:30

 

 

 

 

 

 

SALA GLAUBER ROCHA

 

 

Coordenador de mesa: Prof. Dr Raimundo Martins

Monitor: Lucas Brum

 

GT2 ESTUDOS VISUAIS

 

1. Nayara Joyse Silva Monteles/UFG

Pesquisa desde/a partir da rede: reflexões sobre o Curso de Artes Visuais-modalidade a distância.

 

2. Polyanna de Oliveira Melo

Vamos fotografar? Relatos de uma ação pedagógica sobre fotografia ambiental.

 

3. Monica Mitchel Braga/UnB

O lúdico como espaço de transgressão: trabalhando com a educação da cultura visual.

 

4. Pablo Petit Passos Sérvio/UFG

Sweetie e Cultura Visual: sobre crença nas imagens, visão e objetificação e sexualidade em uma sociedade de vigilância e espetáculo.

 

5. Marcia Brisolla/UnB

Cultura da Mídia e Representações do Feminino na Propaganda.

 

6. Lucas Pacheco Brum/UnB

Desfiles de bonecas, vestidos, sapatos de salto altos e toalha na cabeça: Memórias Visuais.

 

18h30-19h - Debate

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Irene Tourinho é Doutora pela University of Wisconsin – Madison (EUA) e Pós-doutora em Cultura Visual pela Universidade de Barcelona, Espanha, onde foi professora visitante (2005; 2013). Foi, também, professora visitante na Ambedkar University em Nova Delhi, Índia (2012). É professora titular aposentada e docente do Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual – Mestrado/Doutorado, da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. É pesquisadora associada do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC) da Universidade Federal de Santa Maria (RS), do Grupo de Pesquisa Tranviações, da Universidade de Brasília e do Grupo de Pesquisa Cultura Visual e Educação da Universidade Federal de Goiás. É, ainda, membro da International Society for Education Through Art (INSEA), da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP) e da Federação de Arte Educadores do Brasil (FAEB).

Luisa Günther é professora do Departamento de Artes Visuais da Universidade de Brasília e atua no PPG-Arte na Linha de Pesquisa de Educação em Artes Visuais com Projeto de Pesquisa em que aborda Pedagogias Sensoriais em investigações poéticas. É Doutora (2013 / Experiências (des)compartilhadas: Arte Contemporânea e seus Registros) e Mestre (2007 / Neoconcretismo: Manifesto e Práxis) em Sociologia da Arte. É também Licenciada em Artes Visuais (2005); Bacharel em Sociologia (2005); e, Bacharel em Antropologia (2002). Por entre diferentes e distintos interesses, desenvolve considerações verbovisuais em: desenho/grafismo/ilustração; metodologias para o ensino das artes visuais; escritos de artista/livrobjeto/intermidia; métodos de pesquisa em artes visuais; performance/videodança/dança contemporânea; panfletagem; sociologia da arte. Editora-Chefe do e-periódico METAgraphias (http://periodicos.unb.br/index.php/metagraphias). É membro do grupo de pesquisa Transviações: Visualidades e Educação.