Métodos Visuais &  Culturas das Imagens

 

 

 

26 a 28 de Agosto 2015 

Das 9 as 19 h

Auditório da Fundação Darcy Ribeiro - Beijódromo

Universidade de Brasília - UnB

Brasília, Distrito Federal, Brasil

 

 

 

Seminário do Grupo de Pesquisas:

TRANSVIAÇÕES- Educação e Visualidade (CNPq)

Departamento de Artes Visuais - VIS

Instituto de Artes - IdA

 

 

 

PROGRAMAÇÃO - DIA 2

 

 

Dia 27.08- Quinta Feira

 

 

MANHÃ

 

 

            

 

AUDITÓRIO

 

09hs - 13h00

 

 

Conferencistas

 

 

 

Judit Vidiella - Escola de Artes Cênicas ERAM de Girona - Espanha

 

As políticas da representação na pesquisa. As imagens como forma de escrita

 

 

Belidson Dias - Universidade de Brasília – Brasil

 

Culturas da Juventude queer: Métodos e Metodologias

 

 

 

Mediadora: Tatiana Fernandez (Grupo TransViações – UnB)

 

 

 

TARDE

 

 

 

14h30 -16hs

 

PAINELISTAS

Aldo Victorio Filho      UERJ

Alice Fatima Martins  UFG

Raimundo Martins      UFG

 

MEDIADOR – Belidson Dias - UnB

 

PAINEL 2 -  A Relação entre Métodos de Investigação Visual e Cultura Visual Contemporânea  no Campo das Artes

 

A Prof. Dr Gillian Rose (2014) considera que um dos desenvolvimentos mais marcantes entre as ciências sociais na última década tem sido o crescimento dos métodos de pesquisa que utilizam os materiais e métodos visuais. Sugere-se frequentemente que esse crescimento está de alguma forma relacionado com a importância crescente de imagens visuais na prática social e cultural contemporânea. No entanto, a forma da relação entre “métodos visuais de pesquisa” e “cultura visual contemporânea” ainda não foram investigados profundamente. Na sua carreira acadêmica Dra. Rose vem buscando efetuar tal indagação, ao explorar a relação entre "métodos de pesquisa visuais" – e como elas são constituídas de maneiras bem particulares por um número crescente de manuais, revisões, salas de conferências e revistas – com a cultura visual contemporânea - caracterizada por discussões de "convergência cultura”. A autora adopta uma abordagem performativa para utilizar métodos de pesquisa visual. Ela sugere que, quando eles são usados, os "métodos de pesquisa visuais 'nem criam  um "social articulado através de imagens culturalmente mediadas, nem um  participante de pesquisa "competente no uso de tais imagens. Ao contrário, a interseção da cultura visual e "métodos de pesquisa visuais 'deve estar localizado em seu caminho compartilhado do uso de imagens, uma vez que em ambos, as imagens tendem a ser implantadas muito mais como ferramentas comunicacionais que textos representacionais. O argumento da Dra Rose é no contexto dos recentes debates sobre a produção do conhecimento sociológico no domínio social mais amplo.

 

E no campo das Artes? E em outros campos do conhecimento?

 

Rose, Gillian. On the relation between ‘visual research methods’ and contemporary visual culture. The Sociological Review. Volume 62, Issue 1, pages 24–46, February, 2014.

 

 

 

 

16h15 - 19h                COMUNICAÇÕES ORAIS

 

 

 

 

 

 

SALA ANISIO TEIXEIRA

 

 

Coordenador de mesa: Prof.a Dra Anna Amélia de Faria

Monitor: Lucas Brum

 

GT 3 - VISUALIDADES E IDENTIDADES

 

16h30 –18h30

 

1. Leci Maria de Castro Augusto da Costa /SEEDF

Intervenções sensíveis em comunidade de paisagem enferma

 

2. Valleria Lepra / UDELAR (Uruguay)

Las editoriales cartoneras en América Latina: redes de intercambio, espacios de encuentro.

 

3. Tatiana Duarte Menezes / UnB

(In)corpóreo como experiência estética relacional.

 

4. Ana Paula Vasconcellos Moreira /UnB

Inconveniência como contingente pedagógico: práticas para uma educação (in)formal.

 

5. Juan Ospina  & Alice Fátima Martins /UFG

NarrATIVIDADES.

 

6. Julio Pereyra  & Fernando Miranda- UDELAR (Uruguay)

Procesos de afirmación de la pertenencia e identidad a partir de propuestas de la visualidad.

 

 

18h30- 19 h – Debate

 

 

 

 

 

SALA GLAUBER ROCHA

 

 

Coordenador de mesa: Profa.  MSc Rosana de Castro

Monitor: Pablo Santoni

 

GT.1 METODOS VISUAIS  +GT2 ESTUDOS VISUAIS

 

16h30 – 18h30

1. Marcela Alejandra Blanco Spadaro/UFG & Fernando Miranda /UDELAR(URUGUAY)

Ctrl + Self

 

2. Leonardo Luigi Perotto/Universitat de Barcelona (Espanha)

Subvertendo as Convenções: reflexões sobre imagens, música e formas de resistência em um projeto artístico contemporâneo.

 

3. Ana Claudia Maynardes /UnB

Objetos emocionais: os objetos qualificados pelo indivíduo.

 

4. Luiz Carlos Ferreira/UnB

Entre memórias e visualidades: a narrativa como método.

 

5. Elmira Vicente Inácio/UFG

Visualidade: Artefato cultural - Estandarte .

 

6. Teresinha Maria de Castro Vilela & Aldo Victorio Filho/ UERJ

Mini documentário: transbordamentos de uma pesquisa com e sobre imagens.

 

18h30-19h - Debate

Raimundo Martins é Doutor em Educação/Artes pela Southern Illinois University (EUA), pós-doutor pela University of London (1992) e pela Universidade de Barcelona (2005-2006). É professor titular e docente do Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. Coordena (com Irene Tourinho) a Coleção Cultura Visual e Educação, publicada pela Editora da Universidade Federal de Santa Maria e tem inúmeros artigos e capítulos de livros publicados no Brasil e no exterior. É pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (PPGE - UFSM), Cultura Visual e Educação (FAV/UFG) e do Laboratório Educação e Imagem (PPGE - UERJ).

ALICE FÁTIMA MARTINS.

Professora na Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás, no curso de Licenciatura em Artes Visuais e no Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual. Bolsista de produtividade do CNPq com o projeto de pesquisa Outros fazedores de cinema. Editora da Revista Visualidades (FAV/UFG). Desenvolveu projeto de pós-doutorado no Programa Avançado de Cultura Contemporânea PACC/UFRJ (2009-2010). Doutora em Sociologia (UnB, 2004); Mestre em Educação (UnB, 1997); Licenciada em Educação Artística, com habilitação em Artes Visuais (UnB, 1983). Autora, além de artigos e capítulos, dos livros Saudades do futuro: a ficção científica no cinema e o imaginário social sobre o devir (Editora da UnB, 2013), e Catadores de sucata da indústria cultural (Editora da UFG, 2013).

ALDO VICTORIO FILHO é Graduado em Gravura pela Escola de Belas Artes UFRJ e Licenciado em Educação Artística. Mestre e Doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Professor Adjunto, Coordenador do curso de Licenciatura em Artes Visuais e vice-diretor do Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Docente do Programa de pós-graduação em Artes - PPGARTES e do Programa de pós-graduação em Educação - PROPED ambos da UERJ. Líder do Grupo de Pesquisa Estudos Culturais em Educação e Arte, linha de Pesquisa Juventude Líquida: estética/educação/acontecimento - UERJ/UFRRJ; Pesquisador do Grupo de Pesquisa Cotidiano Escolar e Currículo - UERJ, Linha de Pesquisa Práticas curriculares cotidianas e emancipação social e do Grupo de Pesquisa Cultura Visual e Educação - UFG. você.